Enem 2021: inscrições para pessoas privadas de liberdade encerram nesta sexta-feira (17)

Enem 2021: inscrições para pessoas privadas de liberdade encerram nesta sexta-feira (17)

Est√£o abertas, até esta sexta-feira (17), as inscri√ß√Ķes para o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua priva√ß√£o de liberdade, o Enem PPL 2021. As inscri√ß√Ķes devem ser feitas pelo respons√°vel pedagógico da unidade prisional ou socioeducativa, por meio do sistema do exame.

O respons√°vel pedagógico é o encarregado por acompanhar todas as etapas do exame até a divulga√ß√£o dos resultados. Entre as obriga√ß√Ķes est√£o solicitar atendimento especializado e tratamento pelo nome social para os participantes que precisarem, indicar as salas de provas e divulgar as informa√ß√Ķes aos participantes.

Também cabe a ele manter, sob sua guarda e sigilo, a senha de acesso ao sistema e os números de inscri√ß√£o e de Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos participantes. Os dados s√£o indispens√°veis para o acompanhamento do processo de inscri√ß√£o e a obten√ß√£o dos resultados individuais.

O prazo de inscri√ß√£o do Enem PPL come√ßou no dia 6 de setembro. As provas ser√£o aplicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nos dias 11 e 12 de janeiro de 2022.

O Enem PPL t√™m o mesmo nível de dificuldade do Enem regular. A única diferen√ßa est√° na aplica√ß√£o, que ocorre dentro de unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos órg√£os de administra√ß√£o de cada estado e Distrito Federal.

O Enem avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educa√ß√£o b√°sica e é a principal porta de entrada para a educa√ß√£o superior no Brasil, por meio do Sistema de Sele√ß√£o Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Universidades privadas também utilizam o Enem para selecionar estudantes, bem como algumas institui√ß√Ķes de Portugal que t√™m conv√™nio com o Inep para aceitarem as notas do exame.

Fonte: Agência Brasil